Leveza do viver

E então companheiras de vida! Minhas queridas escoletes! Bora dividir para somar? Vamos juntas!
Nossa vida não é uma linha reta, têm altos e baixos, às vezes, baixíssimos, mas nem por isso devemos desanimar.
Uma vez assistindo a um filme e, na cena estava uma pessoa na UTI sendo monitorada, olhando no visor viam-se nos batimentos aquelas linhas, irregulares e quando a linha ficou regular a pessoa morreu!

Quero partilhar esse poema com vocês antes de conversarmos.

“Esqueça as retas.
Pense em círculos, em curvas.
Em altos e baixos.
Assim, as surpresas da vida o
surpreenderão menos.
O desgastarão menos.
Pense em labirintos, em tramas de tecidos.
Em caminhos, pontos cruzados.
Montanhas russas, em idas e vindas.
Lembre-se a beleza da surpresa e da
magnitude do desconhecido.
Da emoção de cada passo
E da probabilidade fantástica dele dar
certo ou errado.
Mais ainda, reflita sobre a poderosa
mudança do conceito de certo e errado.
Não pense em dados, em estatísticas.
Considere a vibração o pulsar e as batidas
do seu coração.
Venere tudo aquilo que o faça sentir vivo.
Caia e aceite a queda, compreenda o
seu motivo.
E faça dela, algo que tenha valido a pena.
Confie na vida, analise a sua história e
descubra sucesso do caminho trilhado
até aqui.
Deixe o peso da culpa, o fardo do que é
amargo.
E aceite a si mesmo.
Respire fundo, e olhe ao redor.
Ache uma coisa bonita, e sorria com isso.
Olhe no fundo de seus olhos e descubra
o presente que é a vida. (Fabiana Gonzalez)

Lindo poema!… Olhe no fundo de seus olhos e descubra o presente que é a vida…
A vida é assim como diz o poema. Quando estamos nesses momentos difíceis fica quase impossível raciocinar desta forma, mas respirar fundo e aprender são as metas para o caminho.

Levar a vida com mais leveza, procurar levar a emoção a razão e, quando conseguir essa façanha crescer e aprender com o momento.

Palavras, palavras… São tão fáceis de serem escritas, mas viver assim requer um querer maior.
É possível! Creia! Quando Deus nos diz: …divide comigo teu fardo… Ele quer dizer: Eu posso te ajudar a seguir e, seguir mais leve.
Para mim não há outra forma de levar essa vida leve. Sempre que nos mostramos fracos, vem Deus e nos sustenta.
Eu não sei no que você acredita, eu creio nessa forma de vida, com Deus.

Vejo no outro seu auxilio, seu amor, sua proteção.
Todos nós seres humanos passamos por dificuldades uma hora ou outra na vida, faz parte do viver. E é o que faz do marinheiro um bom marinheiro.
Perceber mesmo na adversidade a beleza do viver é levar a vida com leveza.

Olhar para o lado bom de tudo que me acontece é levar a vida com leveza.
Por que optar por esse modo de viver? Por que essa vida leve tem uma cor e um sabor inigualável.

Vamos deixar nossos dias mais saborosos e coloridos?
Juntas nós somos mais fortes.
Eu estou aqui e você ai vamos juntas?
E como sempre aquele abraço de quebrar as costelas e aquecer o coração.
bjus

Paula Brisotto, esposa, mãe, embaixadora da Escola de Você, microempreendedora individual da área de moda, artesã e escritora/ idealizadora do blog Aprendidavida, blog que nasceu do desejo de dividir para somar minhas experiências como mãe, esposa e também como nova mulher em busca sempre. Não é um manual de como fazer isso ou aquilo, mas sim um alerta dos meus erros e acertos em todas as áreas de minha vida. Sabe esse desejo de querer auxiliar? Pois é, é esse desejo que existe no blog Aprendidavida Falo de coração para coração e desejo ardentemente apenas auxiliar para que você não tropece nas mesmas pedras que tropecei.

Escolete

Eu sou uma aluna da Escola de Você com muito orgulho <3
Você sabia? A Escola de Você traz dicas e cursos online para promover seu autoconhecimento e a autonomia feminina.

3 Comentários

  1. Roberta Alves Santos

    Texto inspirador. Parabéns Paula!
    É muito interessante como podemos aprender com os obstáculos da vida.
    Que a gente possa enxergar as situações como um aprendizado.
    Abraços.

    Responder

Deixe uma resposta