A força da união

Olá queridas escoletes! Realmente para mim é uma preciosidade estarmos juntas, eu daqui e vocês daí, espero realmente que seja assim precioso para vocês também.

A força da união… Já tentou quebrar um feixe de varetas somente a mão? Se não, já te digo desista, é impossível quebrá-las assim, mas separando-as tudo fica tão simples e fácil que nem tem graça.

Nós somos assim quando sozinhas somos frágeis, mas a união nos faz fortes. Quando comecei a fazer as aulas da Escola de Você, lembro que não havia a princípio o plano de encontros presenciais, mas várias mulheres de toda a parte do Brasil começaram a se organizar, e querer conhecer quem como elas estavam na mesma estrada.

Aqui no sul o primeiro encontro foi em Porto Alegre, para mim um deslocamento de quatro horas para um encontro de duas horas não se tornava viável, apesar claro, da satisfação e alegria do convívio.

Como aqui não existia nenhuma embaixadora, na época éramos chamadas de voluntárias, me inscrevi para ser voluntária e organizar os encontros aqui na serra gaúcha, Caxias do Sul.

Lembro-me muito bem do primeiro encontro, o medo de que ninguém aparecesse, o medo de não representar bem a escola, o medo do julgamento, o medo de me expor, o medo de tudo, o medo!

Nosso primeiro encontro aconteceu em uma padaria muito confortável, lembro-me que tinha um papel de parede no fundo com um desenho da natureza onde tiramos nossa foto e Lá estava eu esperando as gurias, neste primeiro encontro éramos quatro comigo. O encontro foi muito gostoso, consegui passar tudo o que a escola me direcionou e assim começamos.

Caminhamos com esse grupo desde março de 2015, hoje já não somos as mesmas modificamos nossas vidas, todas sem exceção umas mais outras menos, mas sem dúvida nenhuma, não somos mais as mesmas.
A união nos fez desbravar novos caminhos, voltar a estudar, tirar a carteira, dizer não, cuidar da alimentação, tornar-se organizada, cuidar de si, caminhar passo por passo em direção de nossos objetivos. Aprendemos e continuamos aprendendo muito umas com as outras, cada encontro trouxe consigo um aprendizado, um acalento, um desabafo, um conforto, uma certeza, um impulso, uma meta, um abraço forte (aquele de quebrar as costelas rsrsrs), um beijo, uma mão amiga, um olhar carinhoso, um sorriso largo. Cada encontro foi e continua sendo muito, muito especial.

Todo esse convívio nos fez fortalecer e crescer juntas. Lembro que a cada conquista todas vibravam na mesma frequência a frequência do bem, como a pedra jogada no rio que movimenta toda a água ao seu redor assim somos.

De lá para cá crescemos também em número, hoje somos onze no grupo, claro nem todas se encontram mensalmente, mas mantemos contato com todas. Afirmo que esse grupo fez a diferença em minha vida, com ele sou mais forte e sei que se cada uma delas fosse dar o seu depoimento diria a mesma coisa.
No nosso último encontro em dezembro estávamos em três, por um motivo ou outro nem todas conseguem estar presentes, mas apesar disso estamos juntas no whatsap, no e-mail, no facebook, sempre uma passando para o grupo seu aprendizado e impulsionando a outra.

A força da nossa união nos leva a querer progredir a cada dia mais.

Por isso falo para você querida escolete, não deixe de participar, pois é à força de todas que a ajudará a seguir pelo caminho do crescimento pessoal, a você querida embaixadora também falo carinhosamente, não desista! Eu sei que às vezes nos empenhamos tanto, mas nem todas conseguirão estar em todos os encontros, porém o que importa é seguir nem que seja o encontro de você e mais uma aluna, não desista.
Falo isso porque já ficamos alguns meses sem fazer os encontros tentando conciliar a agenda, relaxe nem sempre será com todas, mas ele deve acontecer mesmo assim, nós aqui em Caxias decidimos que, nesse ano de 2018 nosso grupo terá encontro todos os meses, comigo e mais uma, mais três, mais quatro, mais cinco… Não importa a quantidade e sim que nos reuniremos com qualidade e força para conquistar o que a vida nos guarda.
O bem de uma para outra é o que importa e, assim dividir para somar o bem que cada uma tem para derramar na outra e em consequência em si mesma.

Já é um bordão,porém … Juntas somos mais fortes!
Isso é verdadeiro eu o constatei e constato.

Reúna-se com quem está próximo a você e decida se comprometer consigo mesma para amanhã, colher bons frutos.
Daqui um ano vou querer ter começado hoje. (Flávio Passos)
Daqui um ano já saboreará seus frutos.

E aí? Vamos?
Aquele abraço de quebrar as costelas e até a próxima.

Paula Brisotto, esposa, mãe, embaixadora da Escola de Você, microempreendedora individual da área de moda, artesã e escritora/ idealizadora do blog Aprendidavida, blog que nasceu do desejo de dividir para somar minhas experiências como mãe, esposa e também como nova mulher em busca sempre. Não é um manual de como fazer isso ou aquilo, mas sim um alerta dos meus erros e acertos em todas as áreas de minha vida. Sabe esse desejo de querer auxiliar? Pois é, é esse desejo que existe no blog Aprendidavida Falo de coração para coração e desejo ardentemente apenas auxiliar para que você não tropece nas mesmas pedras que tropecei.

Escolete

Eu sou uma aluna da Escola de Você com muito orgulho <3
Você sabia? A Escola de Você traz dicas e cursos online para promover seu autoconhecimento e a autonomia feminina.

2 Comentários

  1. Roberta Alves Santos

    Eu gosto muito dos seus textos Paula.
    É verdade que nós mudamos muito depois das aulas da Escola de Você e os encontros presenciais são ótimos para pensarmos nas mudanças e debater assunto interessantes.
    Que mais meninas compareçam aos encontros para que a união seja ainda maior.
    Abraço( de quebrar as costelas)

    Responder

  2. Bom dia Paula!
    Que bom ver a coragem e o comprometimento da super-ação que temos quando fazemos os encontros.
    O ato de compartilhar nos estimula, nos faz aprenda e ensina, mostra um novo ponto de vista da vida.
    E de uma forma atômica, estamos lá fazendo a nossa parte, procurando a mudança e expondo a nossa melhor versão.
    Um abraço,

    Responder

Deixe uma resposta