Depois dos 50

Olá meninas!

Apesar de ter 51 (uma boa idade), fui provocada pela Vanessa a fazer um vídeo sobre a experiência de fazer 50 anos. Então resolvi me estender neste texto aqui. Vou ser bem particular e dizer o que isso significa para mim.

Vou começar com os desafios: ver a sua aparência modificada, o seu metabolismo mais lento e os sinais do tempo aparecendo sem mesmo lhe pedir permissão e sem avisar que vão chegar (esses que você só via na sua mãe e na sua avó). Minha cara, com certeza, também vamos tê-los! Outro fator são as mudanças do corpo e os cabelos que teimam em a cada dia aparecer um novo fio branco, e quando nos damos conta já estamos com 70, 80, 90% dos fios precisando de retoques.

Mas fora os desafios de ter que conviver e se adaptar à nova fase, têm muitas coisas boas que vêm junto.

Uma delas é a independência, e não somente a financeira, mas a emocional também. Sei que temos problemas como carência e outros, mas isso já não nos causa danos. Um exemplo é que um ou outro problema não desaparece assim, com mágica, mas a forma com que lidamos com ele é que muda, e reconhecer isso é muito gratificante.

A autonomia de ser como quiser e fazer o que quiser, ir e vir e ser responsável por isso, sem se importar sobre o que pensam a seu respeito, é muito encantador. Também poder com consciência assumir erros, pois é claro, estamos em constante evolução e as pessoas de 50 anos também os cometem.

Ser natural, como por exemplo, não ficar nervosa em uma entrevista de emprego. A maioria das entrevistadoras tem a idade da minha filha e isso me deixa bem tranquila, (embora não fique no emprego por conta da idade). São inúmeras as experiências prazerosas que sei que ainda estão por vir, como os netos, por exemplo.

Porém, disso tudo, tenho uma certeza: a nossa saúde física e psíquica está em primeiro lugar e por nada eu posso esquecer disso, e sempre me colocar de forma preferencial, uma vez que nos dedicamos tanto a outras pessoas.

Me sinto feliz pela evolução da medicina e os meios preventivos de cuidar da saúde, isso tem aumentado e muito nossa expectativa de vida! Meio século é meio século!

Desde já grata, fico a disposição para qualquer esclarecimento.

Um forte abraço.

Sheila Pereira

Nascida em 30 de Abril de 1966 no Rio de Janeiro, Mãe de três filhos, Responsável Técnica Química, Técnica de Segurança do Trabalho, Voluntária na Copa 2014 e nas Olimpíadas da Rio 2016. Embaixadora da Escola de Você e escritora. Creio que ajudar faz parte da minha essência. Gosto de ser útil e contribuir para o crescimento do outro. Acredito que podemos buscar o que há de melhor no ser humano.

 

Escolete

Eu sou uma aluna da Escola de Você com muito orgulho <3
Você sabia? A Escola de Você traz dicas e cursos online para promover seu autoconhecimento e a autonomia feminina.

8 Comentários

  1. Roberta Alves Santos

    Um ótimo texto para quem tem ou não 50 anos,pois pode fazer com que tenhamos muitas reflexões sobre as fases da vida.
    Parabéns Sheila! Que você continue a ter independência, autonomia e naturalidade.
    Beijos.

    Responder

  2. Que massa seu depoimento, Sheila! Estou nessa com você e acredito que a sua fala seja igual a minha, pensamos na mesma linha… que Deus a proteja!

    Responder

  3. Belo texto Sheila Pereira. Tudo acontece exatamente como vc descreveu. Só depende da mente de cada mulher . Viver com saúde e aproveitando tudo de bom que a maturidade nos oferece .👏👏👏👏👏👏

    Responder

  4. Que lindo Sheila 😍
    Parabéns pelo equilíbrio.
    Um beijo grande😘😘😘

    Responder

Deixe uma resposta